domingo, 22 de janeiro de 2017

Ao Domingo Há Música


INFINITO PESSOAL 
Como se de repente ao coração do Sol
as raízes da luz alguém as arrancasse...
Como se de repente as hélices do vento
arranhassem o ar, e o Mar estivesse perto...
Como se de repente o Mundo entontecesse...

Foi tudo de repente e tudo ao mesmo tempo:
escuridão, rumor, frescura, movimento.

Mas de entre as espirais confusas quem sabia
se era de novo amor, se era só melodia?
David Mourão-Ferreira, in Lira de Bolso, Publicações Dom Quixote, 1969, p.82

Uma voz, sonoridades, a simplicidade a despir-se em espirais de melodia.
Agnes Obel, em  Words Are Dead (Berlin Live Session).
Agnes Obel, em  The Curse (Berlin Live Session).

2 comentários:

  1. Lindo poema e magnífica sonoridade.

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema e magnífica sonoridade.

    ResponderEliminar