sexta-feira, 27 de abril de 2018

Apenas saudade

Um dia de sol. Luminoso e claro.Um dia de Primavera. 
Saudade dos dias amenos, dos sorrisos de quem passa, dos chilreios dos pardais, da gente que não se arrasta sob a chuva do temporal. Saudade das cores que brilham nos jardins em flor , dos afagos do mar na espuma das ondas. 
Saudade dos dias sem prazo, das noites de mil sonhos .  Saudade da manhã que acorda e sobressalta o corpo e a alma. Saudade  da tarde que projecta e fecunda o presente no futuro que se aconchega.
Saudade de ser feliz. Saudade de rir. Saudade de ter tempo sem tempo a descontar. Saudade de ser o que era, o que fui e não vou ser. Saudade de não chegar, sem partir. Saudade de não ter tempo para voltar a ser. Saudade de ser, apenas sendo. Saudade…Apenas saudade.

Mariza , em “Quem me dera”, canção do novo álbum de Mariza que sairá a 25 de Maio.

1 comentário:

  1. A vida num belo texto . E uma voz a dizer muito.

    ResponderEliminar